Mercedes-Benz antecipa novidades da Fenatran

Agora com PBT de 31,5 toneladas, Axor 3131 6x4 também chega em versões basculante, betoneira e plataforma

06/09/2013 - Mauro Cassane/MM Editorial (Foto: divulgação)

 
 
01)	Modelo Axor 3131 6x4 fora-de-estrada, que estará disponível para no final de outubro
  • 1 | 5
  • 01) Modelo Axor 3131 6x4 fora-de-estrada, que estará disponível para no final de outubro
  • 01)	Modelo Axor 3131 6x4 fora-de-estrada, que estará disponível para no final de outubro 02)	O Axor 3131 conta com o câmbio semi-automatizado Mercedes-Benz ComfortShift G-211 de 16 marchas 03)	No Axor 3131, os eixos traseiros Mercedes-Benz HD7/HL7 têm redução nos cubos de roda - reforçados, contam com capacidade técnica para 13 toneladas 04)	Detalhe do tanque de Arla 32 05)	Detalhe do painel do Axor

A Mercedes-Benz realizou nesta semana sua prévia de lançamentos para a Fenatran 2013, o Salão Internacional do Transporte, que será realizado em São Paulo (SP) entre os dias 29 de outubro e 1º de novembro. No segmento de pesados, os destaques foram: o novo Axor 3131 6x4 fora-de-estrada, e o Axor 1933, equipado com câmbio automatizado Mercedes PowerShift (também disponível para o Axor 2533). A fabricante também anunciou a suspensão pneumática de chassis para as versões rodoviárias e a nova geração de eixos traseiros.

Além do novo Axor 3131 6x4 oferecido em versões basculante, betoneira e plataforma, do câmbio automatizado Mercedes PowerShift disponível para os modelos Axor 1933 e 2533, introdução de suspensão pneumática no chassi e novos eixos traseiros, a Mercedes-Benz apresentará  na Fenatran uma série de inovações em conforto e economia, como suspensão a ar nas cabinas leito, interiores renovados, nova  cama king size, novos porta-objetos, nova distância  entre-eixos de 3.100 mm para as versões 6x2 e a inclusão das funções EcoRoll e Power Mode no câmbio automatizado Mercedes PowerShift. Para a linha Axor fora-de-estrada, as principais novidades são o aumento de PBT para 31,5 toneladas e o câmbio semi-automatizado Mercedes ComfortShift para o Axor 3131.

A suspensão traseira pneumática do chassi passa a ser oferecida para todos os caminhões extrapesados Axor rodoviários 4x2, 6x2 e 6x4, a partir de janeiro de 2014. Graças a nova suspensão de quatro bolsas de ar por eixo, a preservação da carga é garantida devido a melhor absorção das irregularidades das vias. Os benefícios também se estendem ao motorista que perceberá o conforto ao rodar, além da facilidade de engate do semi-reboque.

Essa configuração de suspensão é especialmente adequada para o transporte de cargas sensíveis: resultando numa redução do peso próprio do caminhão, o cliente pode transportar mais carga por viagem.

A partir do 1º trimestre de 2014, o câmbio automatizado Mercedes PowerShift G241 de 16 marchas, sem pedal de embreagem e última marcha direta, passa a estar disponível  para os modelos Axor 1933 e 2533 inédito neste segmento. O PowerShift é um câmbio mecânico com acionamento automatizado, sem pedal de embreagem. Pode ser operado no modo automático ou manual, dependendo da preferência do condutor do caminhão. A manopla está localizada num console rebatível junto ao apoio de braço do banco do motorista.

Uma das novidades do câmbio é a EcoRoll, função que coloca a transmissão do veículo em “neutro” de forma segura e controlada, em procedimento executado sem a intervenção do motorista, e que entrega redução no consumo de combustível. Há ainda o modo Power, que durante 10 minutos libera mais rotação do motor para facilidade de ultrapassagens ou para vencer aclives íngremes.

Também a partir do 1º trimestre de 2014, a Mercedes-Benz passa a oferecer eixos traseiros sem redução nos cubos também para as versões 6x2 e 6x4 da linha Axor rodoviária. Com isso, foi aumentada a versatilidade da família Axor, que passa a atender as configurações de semirreboques de três eixos convencionais com PBTC de 48,5 a 53 toneladas, bitrem com PBTC de 57 toneladas e bitrenzão com PBTC de 74 toneladas.

3131: O Axor fora-de-estrada

Uma das grandes novidades da prévia foi a apresentação do extrapesado Axor 3131 com tração 6x4 estará disponível para venda a partir da Fenatran. Este novo veículo foi especialmente desenvolvido para severas operações fora-de-estrada da agroindústria canavieira e madeireira, mineração, construção civil e obras de infraestrutura, caracterizadas por locais sem pavimentação, pistas de terra e cascalho, topografia irregular e grandes aclives e declives.

Para oferecer amplas possibilidades de escolha para os clientes, o Axor 3131 é oferecido nas versões basculante (K), para transporte de pedras, areia e brita; betoneira (B), para produção de concreto; e plataforma (P), para bombas de concreto, plantio e colheita de cana-de-açúcar, madeira de reflorestamento e serviços de apoio no campo, entre outras aplicações.

O Axor 3131 conta com o câmbio semi-automatizado Mercedes-Benz ComfortShift G-211 de 16 marchas. Disponível para outros caminhões extrapesados Axor fora-de-estrada, o acionamento para troca de marchas é feito por um conjunto de válvulas eletropenumáticas controladas eletronicamente, não existindo ligação mecânica entre a alavanca seletora de marchas e o câmbio.

Em vez da alavanca de mudanças de marcha, o ComfortShift utiliza um “joystick”. Os engates são eletronicamente selecionados e a marcha escolhida é engrenada assim que o motorista pressiona o pedal da embreagem. Este câmbio possui um sistema de segurança que protege o motor, a embreagem e a transmissão contra situações extremas de rotação e torque.

A marcha engrenada é mostrada no display do painel de instrumentos e, em casos de emergência, é possível o engate da marcha à ré, neutro, 2ª e 5ª marchas por meio de um botão seletor.

O motor Mercedes-Benz OM 926 LA entrega uma potência de 306 cavalos a 2.200 rpm, e torque de 1.200 Nm entre 1.200 e 1.600 rpm. Esta configuração, segundo a fabricante, atende às demandas dos setores canavieiro, madeireiro, da mineração e construção civil, que necessitam principalmente de velocidades operacionais mais elevadas e maior capacidade de subida.

O Axor 3131 também se destaca pelos eixos traseiros Mercedes-Benz HD7/HL7, com redução nos cubos de roda, reforçados, com capacidade técnica para 13 toneladas cada um. Este conjunto de eixos traseiros é o mesmo utilizado em caminhões Axor fora-de-estrada com maior capacidade de carga, como os modelos 3341, 3344, 4141 e 4144, todos também com tração 6x4.

Os eixos traseiros contam com redução nos cubos, bloqueio transversal e longitudinal do diferencial, suspensão tandem com molas, amortecedores e barra estabilizadora. Isso resulta em maior estabilidade e melhor aderência nos pisos irregulares, mesmo em condições desfavoráveis à tração.

No interior da cabine do 3131, além do novo revestimento em vinil, também estarão disponíveis itens que oferecem praticidade para o motorista, como porta-óculos, para-sol nas portas do motorista e acompanhante, cabideiro, nova iluminação e novos porta-objetos. O banco pneumático do motorista foi reprojetado e está mais ergonômico, contando com novas costuras, espuma de alta densidade e recebeu novas regulagens, como ajuste no sistema de amortecimento horizontal e vertical.

Para maior segurança, o Axor 3131 sai de fábrica equipado com freio ABS, freio-motor Top Brake e freios a tambor. Como opcional, pode receber o retarder, disponível a partir do 1º trimestre de 2014, sistema hidrodinâmico acoplado à caixa de mudanças que proporciona significativo aumento na potência de frenagem, ampliando os níveis de segurança e garantindo maior eficiência e menor desgaste dos componentes do sistema de freio de serviço.

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade