Iveco lança Stralis Hi-Way no Brasil

Escolhido como Caminhão do Ano na Europa, modelo Premium chega com três opções de potência: 440, 480 e 560 cavalos.

21/08/2013 - Mauro Cassane / MM Editorial

 
 
Hi-Way é modelo de estreia da Iveco no segmento extrapesado Premium
  • 1 | 8
  • Hi-Way é modelo de estreia da Iveco no segmento extrapesado Premium
  • Hi-Way é modelo de estreia da Iveco no segmento extrapesado Premium As trações disponíveis são 4x2, 6x2 e 6x4 As potências oferecidas pelo motor Cursor 13 da FPT vão de 440 a 560 cavalos de potência Para aumentar o poder de frenagem, Hi-Way conta com o freio auxiliar ZF Intarder, que entrega quase 1.000 cavalos de potência para frear cavalo e Conforto a bordo foi pensado para atender operações que percorram, em média, 10.000 km por mês Caminhão será uma das estrelas da Iveco na Fenatran 2013, que acontece em outubro Transmissão é a automatizada ZF AS-Tronic, de 16 velocidades Detalhe do volante, com computador de bordo

A Iveco realizou nesta semana a sua estreia no segmento dos caminhões extrapesados Premium. A fabricante acaba de lançar o novo Stralis Hi-Way, consagrado com o maior prêmio dedicado aos veículos comerciais na Europa – o “International Truck of the Year” 2013, concedido pela imprensa especializada durante a feira de transportes de Hannover, na Alemanha, em 2012. O prêmio é reflexo de uma grande série de conteúdos tecnológicos e inovações que o veículo entrega.

“A chegada do Hi-Way ao mercado brasileiro reforça o nosso compromisso de investir no País e produzir em Sete Lagoas tudo o que temos de melhor e mais avançado no mundo. A aceitação do veículo na Europa é a maior garantia da qualidade do produto que apresentamos agora, já severamente testado e plenamente adaptado às especificidades do mercado local”, afirma Marco Mazzu, presidente da Fiat Industrial Latin America.

A produção do Hi-Way é realizada no Complexo Industrial da Iveco em Sete Lagoas (MG). A proximidade da produção local com o lançamento mundial do produto reforça a simultaneidade de ações da empresa no Brasil e na Europa. Originalmente produzido na Espanha, o lançamento mundial do Iveco Hi-Way é resultado de investimentos que beiram R$ 1 bilhão.

Para produzir o veículo no Brasil, a Iveco somou outros R$ 100 milhões a essa quantia, contando com o trabalho de mais de 100 engenheiros do Centro de Desenvolvimento do Produto, em Sete Lagoas. Esse processo envolveu mais de 150 mil horas de trabalho e a realização de mais de 2.100.000 quilômetros de testes rodoviários. Nesse segmento, o conforto a bordo ganha grande importância, uma vez que o caminhão será utilizado para percorrer, em média, 10 mil km por mês.

Estima-se que o mercado de pesados responderá pela comercialização de cerca de 40 mil unidades neste ano. Em 2014, esse número poderá chegar a 50 mil veículos. A demanda de produtos do gênero tende também a ser impulsionada pelo agronegócio e pelas obras de infraestrutura nas maiores cidades brasileiras.

Um extrapesado Premium

O Iveco Hi-Way está disponível em três faixas de potência: 440, 480 e o novo 560 cavalos. O veículo também está disponível em três versões de tração (4x2, 6x2 e 6x4) e três entre-eixos: 3.500, 3.200 e 3.000mm. Um de seus grandes diferenciais é a garantia estendida exclusiva de quatro anos – um para o veículo completo e mais três para o trem de força.

Com amplo espaço interno, o veículo está disponível nas versões teto alto ou teto médio, ambas com cabine leito com 2,5 metros de largura por 2,25 de comprimento, o que possibilita mobilidade e favorece a sensação de bem-estar. Com piso semipleno, a versão teto alto permite que uma pessoa de até 1,90m fique em pé sem encostar a cabeça no teto.

No Centro de Engenharia de Turim, foram realizados estudos em uma sala virtual, que tornaram possível simular cenários bi e tridimensionais, para projetar uma cabine perfeita para centenas de perfis de condutores. Foram esses estudos que deixaram os comandos ao alcance das mãos do motorista, o que faz a direção ser mais intuitiva, confortável e prazerosa. Contando com acabamento de primeira linha, similar ao encontrado em automóveis de luxo, o Hi-Way traz uma série de teclas incorporadas ao volante, o que permite que o motorista permaneça a maior parte do tempo com as mãos na direção.

Para maior conforto do condutor, foram também desenvolvidos estudos sobre os assentos, considerados a principal interface entre o veículo e quem o dirige. O objetivo é garantir não apenas o conforto, mas também auxiliar na segurança e na prevenção de doenças ocupacionais. Nesse intuito, os bancos do motorista e passageiro contam com apoia-braços, regulagens pneumáticas de altura – com memória –, profundidade e inclinação, além de ajuste lombar, cinto de segurança integrado e revestimento de couro de série.

O Hi-Way conta também com sistema de quebra-sol diferenciado, com cortina frontal elétrica, cortina lateral e blackout com interior claro para deixar o ambiente ainda mais acolhedor.  Para os momentos de descanso, a Iveco equipou o Hi-Way com a cama High-Confort, concebida com tecnologia viscoelástica, que fornece conforto máximo ao usuário, além de não se deformar, ser lavável e antimofo. A estrutura mede 2,0 m X 0,80 m, o que permite acomodar diversos perfis de condutores. Como opcional, o veículo da Iveco oferece um beliche, com auxílio de dois amortecedores para facilitar o manuseio, escada em alumínio e possibilidade de ser completamente embutido na parede, deixando mais espaço interno para os ocupantes.

A cabine é equipada com climatizador de baixo ruído e baixo consumo, posicionado no teto. Mesmo com o motor desligado, ele consegue manter o ar refrigerado e umedecido. Para aumentar a comodidade, o condutor pode acionar o aparelho por controle remoto, deitado em sua cama. Também como item de série, o Iveco Hi-Way traz ar-condicionado digital, com controle automático de temperatura e direcionamento do ar por teclas para o motorista e o ocupante.

O veículo tem também uma grande quantidade de porta-objetos, que auxiliam na organização do espaço interno, permitindo que os itens de uso pessoal e profissional do motorista fiquem sempre posicionados em locais acessíveis. A cabine traz geladeira e box térmico localizados entre o banco do condutor e do passageiro, com a possibilidade de serem acomodados sob a cama, sem comprometer o espaço interno da cabine.

O ambiente também conta com diversos pontos de iluminação, além de luzes led para leitura – incluindo na cama – e luz automática de segurança. No próprio painel, o condutor poderá encontrar rádio com CD, leitor de MP3, entrada USB e função RDS, além de conector de diagnóstico com 16 pinos padronizados, tomadas elétricas de 12 volts para a ligação de acessórios e tomada de ar comprimido.

Para obter uma direção segura e econômica, o motorista terá o auxílio de uma série de dispositivos. Exemplo disso é o computador de bordo, que traz informações completas e precisas sobre a condução do veículo. Por meio dele, torna-se possível visualizar níveis de pressão dos circuitos de freio, média de consumo de combustível, tempo de funcionamento do motor e indicador do nível de Arla 32, entre outras funcionalidades.

Também ganha destaque o Econômetro, integrado ao computador de bordo. O instrumento é um importante auxílio para o gerenciamento da frota. Como o próprio nome indica, ele aponta parâmetros precisos para uma direção mais eficiente, indicando consumo de combustível instantâneo e o nível de pressão do turbo.

O Iveco Hi-Way traz piloto automático, que permite manter a velocidade desejada sem a necessidade de pisar no acelerador. Da mesma forma, o veículo conta com limitador de velocidade, que não permite que a velocidade máxima programada seja ultrapassada mesmo com carga no pedal de aceleração. Também atuando pela segurança do condutor, o Hi-Way teve cabine projetada para fornecer o máximo de visibilidade direta e refletida. Para as manobras, o Hi-Way traz dois retrovisores auxiliares frontal e lateral, ampliando ao máximo o campo de visão do motorista.

Trem-de-força

Um dos grandes destaques nesse aspecto fica por conta do motor Cursor 13, da FPT Industrial. Os propulsores atendem às normas de emissões do Proconve P7 e utilizam sistema SCR para redução da emissão de poluentes. Forte, econômico e durável, o propulsor garante alto desempenho nas três versões em que está disponível no Iveco Hi-Way: 440 cv, 480 cv e o novo 560 cv.

Nos três casos, a potência máxima já está disponível a 1.900 rpm. O torque máximo dos novos motores chega a 2.100 Nm, na versão de 440 cv; 2.250 Nm, na versão de 480 cv; e 2.500 Nm, na versão de 560 cv, sempre na faixa de 1.000 a 1.550 rotações.

O propulsor faz uso de materiais nobres, que possibilitam a redução do seu peso e garantem resultado direto nos excelentes números de consumo do caminhão da Iveco. Exemplo disso é o uso de cabeçote em alumínio, 50% mais leve que o aço fundido, material geralmente utilizado neste componente. O propulsor tem também filtro de óleo ultrafino com membrana microporosa – o chamado Green Filter. O componente tem maior facilidade de manutenção e maior poder de reter impurezas, fator que resulta diretamente em intervalos maiores de troca de óleo e economia nos custos de manutenção.

O novo Cursor 13 560 cv utiliza a novíssima turbina VGT de geometria variável e aftercooler. O equipamento proporciona a redução do desgaste e do esforço na operação do turbo, resultando em mais eficiência no uso do combustível e durabilidade de todo o sistema.

Outro destaque da família Hi-Way é o freio-motor por descompressão e borboleta, que garante potência de frenagem de 415 cv. Esse componente garante maior segurança para o condutor e vida útil mais longa ao sistema de freio do caminhão – assegurando, consequentemente, mais rentabilidade para o transportador.

O Hi-Way também conta com freio auxiliar ZF Intarder, que, combinado ao freio motor, chega em quase 1.000 cv, a maior potência de frenagem do seu segmento. Como adicional, esse sistema gera mais segurança no sistema antitravamento das rodas. Também nesse sentido, o Hi-Way traz de série ajustador automático de freios, freios ABS e sensor do nível de desgaste da lona.

A transmissão, de série, é a automatizada ZF AS-Tronic, que a Iveco opta por chamar de Eurotronic, com 16 velocidades. Ela permite mudanças rápidas e precisas de marcha, traduzidas em ganho de conforto ao motorista e redução de consumo. Em nome de uma autonomia ainda maior nas grandes viagens, as versões 4x22 e 6x2 vêm equipadas com tanque duplo de alumínio, com capacidade de 600 + 220 litros. Nas versões 6x4, a capacidade é ainda maior, chegando a 600 + 300 litros.

O Iveco Hi-Way conta com duas opções de suspensão: mecânica e pneumática full air. Nesse último caso, o componente é equipado com um sistema especial para manter a altura do chassi em trânsito e ajustar durante o carregamento e descarregamento, além de facilitar o engate e desengate de semirreboques. Essa tecnologia traz ganho de conforto aos ocupantes da cabine, melhora a proteção para a carga e aumenta a durabilidade do veículo, à medida que proporciona uma distribuição uniforme da carga nos chassis e pneus.

Por fim, o caminhão conta com basculamento elétrico da cabine, um ganho considerável em praticidade nesse procedimento. A habilitação do sistema de levantamento é feita por tecla no painel de instrumentos, o que também se reverte em incremento de segurança para o condutor.

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade