iCaminhões: Caminhões novos, usados e lançamentos
 
 

Colômbia: aposta da Iveco para crescer

Marca espera consquistar 6% nesse mercado mirando diferentes mercados na América Latina

13/06/2011 - Redação Webtranspo - Foto: Divulgação

  • Compartilhe esta matéria:
 
 
Colômbia: aposta da Iveco para crescer
Após consolidar suas atividades no mercado brasileiro e argentino, a Iveco tem mirado em outras regiões da América Latina para concentrar seus negócios e crescer. Nos últimos três anos, a montadora abriu concessionárias na Venezuela, Peru e Uruguai e passou a abastecer o Chile com modelos fabricados na China.

Agora, a estratégia de expansão chegou ao solo colombiano, local em que a empresa relançou sua marca a partir da Eurotrans, sua representante oficial. Para Marco Mazzu, presidente da Iveco Latin America, “o objetivo é termos uma marca forte na região e aumentar a importância dos mercados andinos para a Iveco”.

De acordo com a companhia, o mercado da Colômbia é muito importante para o plano de expansão. Trata-se do terceiro maior de veículos comerciais e de transporte de passageiros da América Latina (depois de Brasil e Argentina), com uma previsão de vendas de aproximadamente 30 mil unidades neste ano, entre caminhões e ônibus.

O plano da fabricante é alcançar até 2012 a venda de quatro mil veículos nos países andinos – hoje, esse número é de apenas 800. Isso representará 5% das vendas de veículos comerciais acima de 3,5 toneladas em todos os mercados da região, que soma em torno de 100 mil veículos. Esse volume equivale a dois terços das vendas do segmento no Brasil.

A ideia é reverter o cenário atual da empresa em que apenas 3% das vendas na região latino-americana acontecem fora do Brasil, Argentina e Venezuela, mas podem logo representar de 5% a 6% do total, acredita a Iveco.

“Nosso próximo passo é o mercado equatoriano, onde devemos iniciar atividades até o final de 2011”, indica Natale Rigano, diretor-geral da Iveco na Argentina e responsável pelo desenvolvimento da marca nos mercados andinos.

Com a entrada na Colômbia, a Iveco espera comercializar 300 unidades já neste ano, e ampliar as vendas para um mil em 2012. No país, há uma grande concentração de veículos com até 10 toneladas de PBT. Perto de 50% do mercado de caminhões e um terço do de ônibus na Colômbia fica nesta faixa, característica que determinou a definição da gama de produtos Iveco a ser vendida no país.

Minas ditam demanda

O furgão PowerDaily, de 3,5 a 6 toneladas produzido na China, será o primeiro modelo a ser negociado. O veículo será vendido nas versões chassi-cabina e micro-ônibus. O modelo é destinado aos segmentos de mini-ônibus e furgão de carga e foi projetado pela Iveco italiana para produção em Nanjing, na China, na fábrica da Naveco. Outro produto será o Iveco Trakker, por conta da forte demanda colombiana de caminhões para mineradoras.

A Eurotrans vai iniciar suas atividades com três concessionárias Iveco. Uma em Bogotá e outras duas em Medellin e Cali. Em 2012 deverão ser abertas outros nove pontos de venda e assistência técnica por todo o país. Com as novas casas na Colômbia, a Iveco aproxima-se da marca de 200 concessionárias na América Latina.

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário